domingo, 19 de agosto de 2012

TRABALHANDO COM ATIVIDADES DE VIDA DIÁRIA NA ESCOLA REGULAR.

No Atendimento Educacional Especializado ( AEE), frequentemente temos que mediar as relações sociais , cuidados com o corpo e com o ambiente, com os alunos que atendemos, sejam eles Deficientes Intelectuais (DI), Deficientes Visuais ( DV), Deficientes Auditivos( DA), Deficientes Físicos( DF), Deficientes Múltiplos (DMU), ou ainda aqueles com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Nesse sentido, aqui na EMEF. Cândido Portinari, pensamos eu e Valéria numa proposta de Atividades de Vida Diária (AVD), onde esses alunos, pudessem aos poucos irem construindo e incorporando hábitos e atitudes saudáveis, tanto pessoal quanto socialmente. Como sempre, utilizamos muito o recurso das imagens, pois esse tipo de recurso consegue atingir grande parte dos alunos. O resultado tem sido muito satisfatório, pois montamos para cada aluno, uma rotina de acompanhamentos utilizando o simbolo do coração feliz e triste, para que pensassem  em suas atitudes. Tal trabalho tem surtido efeitos positivos, principalmente em espaços abertos e com vários estímulos sensoriais, como: pátio, refeitório, quadra, sala de informática, sala de leitura e a própria sala regular. Ambientes esses que anteriormente, eram palcos de comportamentos agressivos e auto estimulantes, por parte dos Alunos com alguma Deficiência e ou Transtorno Global do Desenvolvimento (TGD).














Nenhum comentário:

Postar um comentário